Frete Grátis SUL e SUDESTE acima de R$199,00

Devocional

O fator mais importante em uma vida de intercessão é a visão correta de Deus.

Publicado em 02.12.2022 |
Visualizações
88 visualizações

Satanás teme que a igreja tome seu lugar de intercessão, porque a intercessão é um lugar de governo e tem implicações desastrosas para ele e seu futuro.

       O julgamento do reino de Satanás está conectado à intercessão da Igreja. Portanto, ele fará tudo o que puder para impedir que a Igreja assume seu chamado de intercessora. Tendemos a achar que a fraqueza na intercessão da Igreja é basicamente o resultado da monotonia e do comprometimento humano, mas há muito mais em ação do que o que o olho humano pode ver. A guerra de Satanás contra a Igreja vai muito além de tentar os santos a se envolverem na prática do pecado. Ele cria uma série de esquemas para impedir a Igreja de andar em seu chamado de intercessão, a fim de que ele possa atrasar seu futuro.

       A acusação é um dos principais esquemas de Satanás. A Bíblia o chama de “acusador dos irmãos” porque ele libera acusações dia e noite. Ele libera acusações entre o Corpo para provocar contendas e conflitos, acusações contra nós diante de Deus, e acusações em nossas próprias mentes. Essas acusações constantes são parte de seu esquema para impedir que a Igreja ocupe seu lugar de autoridade governamental.

       A principal coisa que determina como você vive sua vida é o que você pensa sobre Deus. Em seu livro clássico O Conhecimento do Santo, A. W. Tozer identificou isso como a raiz do problema:

O que vem à nossa mente quando pensamos sobre Deus é a coisa mais importante a nosso respeito. A história da humanidade provavelmente mostrará que nenhum povo jamais se elevou acima de sua religião, e a história espiritual da humanidade demonstrará positivamente que nenhuma religião foi maior do que sua ideia de Deus… Por essa razão, a questão mais grave diante da Igreja é sempre o próprio Deus, e o fato mais importante sobre qualquer homem não é o que ele pode dizer ou fazer em um determinado momento, mas quem ele, no fundo do seu coração, acredita que Deus é! Nós tendemos por uma lei secreta da alma a nos mover em direção à nossa imagem mental de Deus. Isso é verdade não apenas para o cristão individualmente, mas também para a coletividade de cristãos que compõem a Igreja. Sempre o fato mais revelador sobre a Igreja é sua ideia de Deus.

O que pensamos sobre Deus afeta todas as áreas de nossas vidas. A maneira como falamos, a maneira como pensamos, a maneira como vivemos e, especialmente, a maneira como oramos revela o que pensamos sobre Deus.

     

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.